top of page

O passo a passo para a entrevista de emprego perfeita

Você encontrou a vaga ideal para o seu perfil, se destacou na seleção inicial e passou para a etapa da entrevista. Não vai deixar a peteca cair agora, né? Vem aprender o que falar e como se portar para encantar o seu recrutador nessa reta final:




Mulher sentada em mesa de escritório em frente a um homem, numa entrevista de emprego



Se você chegou à etapa da entrevista, você já chamou a atenção do seu recrutador. Tudo que você precisa fazer agora é vender o seu peixe melhor que os seus concorrentes!


A boa notícia é: a entrevista é a oportunidade perfeita para fazer isso.


Na entrevista, você mostra não só as suas experiências, mas também a sua capacidade de oratória, sua gestão emocional, sua capacidade de síntese e outras soft skills.


Por isso, vem com a gente aprender o passo a passo para agarrar essa oportunidade da melhor forma e conquistar sua vaga:




ÍNDICE






COMO SE PREPARAR



Controlando a ansiedade


A ansiedade muitas vezes vem da baixa autoconfiança e do medo do fracasso. Nesse momento, tenha em mente que você se preparou e ninguém é capaz de contar a sua história melhor que você.


Se for preciso, foque em atividades motoras que exijam a sua atenção e não se autossabote!




Banner institucional Septem Capulus




A sua imagem conta


Escolha um dispositivo de imagem nítida e um cenário limpo e bem iluminado para a sua entrevista. Você quer que os seus recrutadores te enxerguem bem, e acima de tudo você quer transmitir a imagem de uma pessoa organizada, profissional e confiável.


Lembre-se também de optar por uma roupa simples e adequada. Mais uma vez, vamos tomar cuidado com as roupas muito casuais aqui, ok?






O QUE FAZER



Linguagem corporal


A sua linguagem corporal pode dizer muita coisa – inclusive a nível subconsciente – sobre você. Siga essas dicas e faça com que essa mensagem seja positiva:



  • Tom de voz


Falar muito baixo pode fazer com que o seu recrutador te veja como uma pessoa pouco confiante e reclusa. Preste atenção aos sinais de que você está – ou não – sendo bem ouvido (a) e ajuste o volume se necessário.


Seja firme e conciso na sua fala, evitando frases muito longas, que tendem a ser prolixas.





Banner institucional Septem Capulus



  • Braços cruzados


Ficar de braços cruzados é negativo e transmite uma imagem fechada de você. Em uma entrevista de emprego, você quer transmitir abertura para novos desafios, e a postura conflita com essa ideia.



  • Contato visual


Mais uma atitude que tem a ver com segurança e autoconfiança: manter contato visual com os seus recrutadores. Procure olhar nos olhos e exercitar a escuta ativa enquanto não estiver falando, demonstrando interesse a todo momento. 



  • A primeira impressão é a que fica?


A primeira impressão não é imutável, mas vai contar muito – principalmente se a concorrência for grande.


Por isso, procure exercitar todas essas dicas logo no início da sua entrevista. Você vai engajar o seu recrutador a saber mais de você, te dando mais oportunidades de mostrar o seu valor profissional.







O QUE FALAR



Como descrever sua experiência profissional


O foco principal de toda entrevista é saber qual é a sua experiência prévia e como ela pode agregar na sua possível nova posição. Esse é o momento de valorizar todas as suas experiências e o que elas te ensinaram.



  • Fez um intercâmbio voluntário?

Fale sobre como ele expandiu os seus horizontes, sua visão cultural e noção de responsabilidade.



  • Trabalhou ou fez estágio fora da área da vaga?


Fale sobre como ele te ensinou sobre gestão de prazos, trabalho em equipe e regras corporativas.



  • Trabalhou ou fez estágio na área da vaga?


Descreva suas atividades cotidianas, fale sobre as técnicas e práticas que você aprendeu.



  • Esteve em projetos de extensão como uma Empresa Jr?


Destaque como você levava o trabalho a sério, as atividades que fazia e a gestão de tempo com a faculdade.



A descrição da sua experiência deve sempre destacar como você evoluiu enquanto profissional durante ela. Afinal, você quer se mostrar valioso (a).


💡 Dica da Septem: evite fazer comentários negativos sobre os seus gestores ou colegas de empregos passados. Isso transmite uma imagem antiética e problemática de você.





Perguntas frequentes


Cada entrevista é única, e é crucial estudar a empresa na qual você está tentando entrar. 


Mas algumas perguntas são bastante frequentes em processos seletivos, e estudá-las pode te ajudar a ter respostas bem sucedidas:



  • Qual é o seu diferencial?


Observe as lacunas na atuação da empresa e como você poderia preenchê-las. 


Exemplo: se você está buscando uma vaga numa empresa tradicional e é uma pessoa mais jovem, fale sobre como a sua visão seria capaz de modernizar os processos da empresa – quebrando também a objeção do seu menor tempo de experiência.



  • Quais são seus pontos fortes e fracos?


Escolha estrategicamente. Nos pontos fortes, saliente qualidades que sejam necessárias – ou pelo menos úteis – para a sua vaga.


Nos pontos fracos, fuja dos clichês “não sei a hora de parar de trabalhar” e “sou muito perfeccionista”. Mas também não fale coisas como “sou ruim com prazos” e “não gosto de trabalhar com pessoas”.


Pense em defeitos reais que não sejam tão prejudiciais para a sua vaga, e acrescente sempre como você já está trabalhando para melhorar neles.



  • Fale um pouco sobre você


Um verdadeiro clássico que ainda faz muita gente travar. Aqui, o seu recrutador quer te conhecer melhor, mas principalmente: ele quer testar a sua capacidade de escolher e resumir informações relevantes.


Por isso, não é o momento de falar sobre a sua tia avó ou sobre a sua viagem pra Disney.


Dê uma descrição resumida de você: seu nome, de onde você veio, o que você estudou/estuda, qual é o seu trabalho – e algum aspecto positivo da sua personalidade, por exemplo. 



  • Fale sobre um momento de adversidade que você enfrentou


O que a empresa quer saber aqui é como enfrenta situações adversas e se você tem uma boa capacidade de resolução de problemas.


Por isso, ao escolher sua resposta, é importante que ela venha acompanhada de como você passou por esse momento, e como você se tornou um profissional melhor depois dele.



  • Como você enxerga a cultura da empresa?


Você sabe responder essa pergunta, porque você leu as dicas da Septem e estudou a empresa antes da entrevista.


Tenha em mente as palavras-chave sobre a empresa e relacione elas com o seu trabalho.


Exemplo: se estamos falando de uma startup, você pode falar sobre como você vê com bons olhos a modernidade da equipe e o incentivo da empresa à tecnologia.  



  • Acho que estamos acabando, fulano (a). Você tem alguma pergunta?


Tenha uma pergunta. Até duas. Essa é mais uma oportunidade de demonstrar interesse na vaga e de se mostrar uma pessoa pró-ativa.


O ideal para esse objetivo é não perguntar só sobre os aspectos técnicos da vaga. 


Pergunte algo sobre a história da empresa, sobre a composição da equipe, ou até mesmo sobre os planos da empresa pro futuro, por exemplo.







EXTRA: TESTE TÉCNICO



Nem toda organização vai te pedir isso, mas em alguns casos, você vai precisar fazer um teste técnico de habilidade.


Essa etapa pode acontecer antes, durante ou depois da entrevista. Em todos os casos, a dica principal é: entregue sempre mais do que te foi pedido.


Enxergue e aproveite todas as oportunidades de demonstrar que você domina todas as técnicas que a vaga requer – e que pode otimizar os processos utilizados atualmente.


No mais, desejamos boa sorte na conquista da sua vaga, que agora só está esperando por você!






VÁ ALÉM COM O GUIA DO CURRÍCULO PERFEITO



Esse post faz parte da série sobre processos seletivos aqui no Blog da Septem – criada com o intuito de ajudar você, que acompanha a gente, a se destacar no mercado de trabalho.


E para te auxiliar ainda mais, desenvolvemos um material completo 100% gratuito sobre um dos pilares principais no assunto: o currículo.







Até a próxima!


コメント


bottom of page