top of page

Stalking: Mulher é presa por perseguição em Minas Gerais

Se você já assistiu a série You, da Netflix, deve conhecer bem o que é um stalker. O crime de perseguição é previsto no Código Penal e desde 2022 tem sua pena aumentada por stalking.


O stalking acontece também na vida real, por isso, vamos explorar o tema a partir do caso real. A #SeptemExplica o que aconteceu e quais são as penalidades por perseguição. Vamos lá!




Autorretrato da mulher presa por stalking, em foto tirada no espelho



No último domingo (19), o programa Fantástico divulgou o caso de uma mulher presa por perseguição.


A estudante de 23 anos foi presa após perseguir seu médico ao longo de 5 anos em Uberlândia (MG). Além da prática de stalking, a mulher também é acusada de agressão, extorsão e furto.






Stalker em Uberlândia


O caso é bastante curioso: a mulher identificada como Kawara Welch iniciou o seu tratamento médico em 2019. Após o contato, a mulher começou a perseguir o médico.


Após investidas da paciente, o profissional preferiu encerrar os atendimentos É a partir desse momento que a perseguição se intensifica. Desde 2019 foram registradas 42 ocorrências por ameaça, perturbação do sossego, lesão corporal, ameaça e extorsão.


O homem relatou diversos momentos tensos, sendo um dos mais graves o roubo e furto à sua esposa. Na ocasião, Kawara agrediu e furtou o celular da mulher após encontrá-la no consultório médico.






Crime de Perseguição e Stalking


Não faltam casos conhecidos sobre perseguição. As redes sociais evidenciaram um nível mais intenso de perseguição: o stalking.


Até 2021, a perseguição era considerada crime de ameaça. A proposta para a inclusão do stalking no Código Penal busca intensificar a penalidade para o crime. Assim, o crime foi incluído no Código Penal em seu art. 147-A:


Art. 147-A. Perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe  a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade.


O deputado estadual do Paraná, Ney Leprevost, ainda define que:

A perseguição ou stalking, termo em inglês, designa uma forma de violência por meio de perseguição excessiva que rouba a privacidade da vítima e a coloca em situação de medo. 


O Projeto de Lei 3.054/22, proposto por Leprevost, prevê o aumento da pena se ocorrido pela internet. 


O Código Penal ainda determina a possibilidade de que a pena seja dobrada se o crime for cometido:


  • Contra uma criança,

  • Contra um adolescente ou idoso; 

  • Contra uma mulher; 

  • Por duas ou mais pessoas; 

  • Com o uso de armas.






Vítima de Stalking: O que fazer?


A ação penal no crime de perseguição precisa de representação da vítima. Isso significa que, para que o Ministério Público promova a ação, a vítima deve manifestar seu desejo de ver o stalker processado.


A partir disso e da reunião de indícios do cometimento do crime, como mensagens recorrentes nas redes sociais em tom de ameação ou até fora do meio online, é que o MP segue com a denúncia para dar início ao processo.






Você pode saber mais


O crime de stalking é uma medida recente no Código Penal. Por isso, estar constantemente atualizado é fundamental na advocacia.


Na Septem, você se mantém atualizado e aprende a atuar na prática, para oferecer o melhor serviço possível para o seu cliente. São +200 conteúdos completos disponíveis na plataforma:



E muito mais!


Junte-se a mais de 6.000 profissionais e tenha acesso a todos esses conteúdos:






Até mais 👋



Comments


bottom of page