top of page

A importância do Inglês Jurídico para ter sucesso em processos seletivos

Na Coluna do Membro de hoje, Stefanie Groenwold fala um pouco sobre o inglês jurídico em processos seletivos, sejam eles nacionais ou internacionais. Bora aprender mais sobre o assunto?



Mulher apertando a mão de outra mulher em entrevista de emprego


Olá, pessoal!


O inglês jurídico é o inglês instrumental utilizado pelos operadores da área jurídica, que se diferencia do inglês comum por possuir termos técnicos específicos e também por atribuir significados diferentes a palavras que também são usadas no cotidiano por quem fala inglês. 


Já vimos que o domínio do inglês jurídico abre um leque de novas oportunidades para o profissional do Direito, tanto para quem planeja atuar em outros países, como para quem deseja progredir profissionalmente no Brasil. Isso porque muitos escritórios de advocacia e departamentos jurídicos de empresas multinacionais que atuam no Brasil exigem o domínio da língua inglesa aplicada a situações do cotidiano profissional, como por exemplo escrever comunicações a clientes e elaborar respostas a consultas jurídicas em inglês.


A grande maioria dos candidatos sabe o idioma e conhece o direito aplicável, mas não tem o domínio das expressões e construções gramaticais geralmente utilizadas na escrita desses documentos. No momento de se submeter a uma prova ou a um processo seletivo, vem o temido “branco”!



COMO SE PREPARAR PARA UM PROCESSO SELETIVO DE ESCRITÓRIO OU DEPARTAMENTO JURÍDICO?


Você deve estar se perguntando: “Como posso ser bem-sucedido nesse tipo de seleção?” A saída é se preparar previamente ao se candidatar para uma vaga específica em escritório ou departamento jurídico que exija o domínio do inglês jurídico. 



Veja um passo-a-passo:


1. Pesquise a página institucional do escritório ou empresa para a qual está se candidatando; verifique áreas de atuação e casos de sucesso, que podem ter sido divulgados pela mídia especializada ou em sites de notícias;


2. Estude os requisitos do cargo para o qual está se candidatando (descrição da vaga) e procure identificar no seu currículo e histórico profissional exemplos de situações ou casos concretos em que você exerceu essas habilidades;


3. Pesquise vocabulário em inglês jurídico relacionado à sua área de atuação e busque se familiarizar com os termos mais comuns.




COMO ESTUDAR INGLÊS JURÍDICO DE FORMA GRATUITA E ONLINE?


Abaixo apresento algumas sugestões de conteúdo disponível gratuitamente online para você iniciar seus estudos de inglês jurídico e se destacar nos processos seletivos:




  • Pesquise notícias em inglês publicadas na seção jurídica de sites ou em mídia especializada estrangeira: https://www.scotusblog.com 



Certo, agora você deve estar pensando: “Já sei onde pesquisar! Mas como faço para organizar meu raciocínio jurídico e escrever um documento em inglês?”  Afinal, essa é uma habilidade essencial para o profissional da área jurídica, não é mesmo?




EXISTE UM MÉTODO PARA ESCREVER USANDO O INGLÊS JURÍDICO?


Bom, para organizar sua escrita de forma estruturada e lógica, especialmente no momento de elaborar respostas a consultas jurídicas em memorandos e pareceres direcionados a clientes, existe o método IRAC. Já ouviu falar?


A sigla IRAC é formada a partir das iniciais Issue - Rule - Application - Conclusion. É um método ensinado nas escolas de Direito nos EUA para responder a questões jurídicas em geral, sendo cobrado inclusive em provas e processos seletivos. 


Vamos aprender a que se refere cada seção do método?


  • Issue: na primeira seção, o parecerista aborda a questão jurídica relevante para o caso;

  • Rule: aqui, são apresentadas as normas, princípios e precedentes relacionados ao caso;

  • Application: nessa seção, deve-se demonstrar como as regras se aplicam aos fatos narrados;

  • Conclusion: por fim, não esqueça de apresentar sua conclusão com uma opinião jurídica fundamentada. 


Como essas ferramentas, você certamente estará muito mais preparado para participar de processos seletivos da área jurídica que exijam o domínio do inglês jurídico. 


Já passou por alguma experiência em processos seletivos nesta área que gostaria de compartilhar? Vamos conversar nas minhas redes sociais - Instagram @inglesnodireito e Linkedin Stefanie Groenwold Campos.





Quem é a autora?


Retrato de Stefanie Campos, centralizada, sorrindo

Stefanie Groenwold Campos, idealizadora do perfil "Inglês no Direito" no Instagram, produz conteúdo dedicado ao inglês jurídico.


Graduada em Direito pela UFPR (2006) e Pós-graduada em Direito Administrativo pelo Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP (2010). Aprovada no Exame de Ordem em 2007, exerce o cargo de Auditora Federal de Finanças e Controle (CGU) desde 2008.


Certificada pela University of Cambridge com o Certificate of Advanced English (2002), também detém certificação pela Casa Thomas Jefferson em Legal English (2014).


Em 2023, conquistou a certificação em Inglês Jurídico Avançado (Test of Legal Language Skills, Advanced Level) pela Cambridge Law Studio.






Escreva para a Coluna do Membro


Esse texto faz parte da Coluna do Membro: projeto da Septem que coloca a sua expertise em evidência aqui no nosso Blog - e ainda traz informação para a nossa audiência.


Quer participar? Envie seu texto para a Septem clicando aqui.


E para fazer parte da nossa família e ter acesso completo aos +200 conteúdos disponíveis na nossa plataforma, networking com +5.000 membros e vagas exclusivas, clique aqui.



Até a próxima 👋


Comments


bottom of page